Conselhos e informações exclusivos para os especialistas em esportes de raquete

PT chevron bas

CORDAS 28.10.2019

RPM Power: a nova corda Babolat desenvolvida para maximizar Spin e Potência.

A Babolat, que inventou a corda para tênis em 1875, é sem dúvida alguma a mais qualificada para compreender o papel essencial da corda durante o jogo. Por essa razão, a marca não parou de inovar para antecipar as necessidades dos jogadores. A gama RPM, concebida a partir da observação do jogo e de sua evolução, é a perfeita prova disso.

No início dos anos 2000, as cordas conhecidas como monofilamento revolucionaram o tênis, permitindo aos jogadores baterem com muito mais efeito, garantindo ao mesmo tempo um controle muito bom. Atualmente, a maioria dos campeões no circuito utilizam esse tipo de corda. Rafa Nadal e seu RPM Blast é o exemplo perfeito. No entanto, nesses últimos anos, tem-se notado uma tendência quanto à necessidade de se ter uma melhor sensação no impacto, com uma potência ainda maior.

“O jogo de tênis se joga na orelha”, não cessava de explicar Henri Cochet, um dos famosos Mosqueteiros.

De certa forma é sempre o caso da busca de um som cada vez mais “claro” a cada batida. Foi a partir dessa constatação que as equipes da Babolat conceberam a RPM Power. Os parâmetros de extrusão da corda, ou seja, o momento quando a corda se forma, foram calibrados de maneira diferente e otimizados a fim de proporcionar mais flexibilidade, resultando em mais potência. Um revestimento específico foi adicionado para dar à corda a sensação e o som esperados pelos jogadores.

“Tivemos uma real demanda para mais potência e ao mesmo tempo manter o famoso spin da RPM. E havia também esse pedido para uma sensação e um som mais ‘nítidos’, que dão mais confiança aos jogadores”, explica Alexandre Israel, Gerente de Categoria Tênis. “Portanto, trabalhamos nesse sentido e fizemos muitos testes com vários jogadores, como Dominic Thiem. Ele gostou e adotou de imediato a RPM Power, o que nos confortou em nossas pesquisas.” É tanto mais positivo que os especialistas sabem que o jogador austríaco procura a potência máxima e um spin onde a bola gire com rapidez tendo, ao mesmo tempo, as melhores sensações exigidas por seu jogo.

“Achei que está grudando bem na corda. Essa corda é bem mais potente e tenho a impressão de que a bola parte da raquete com mais efeitos. Adorei”, disse Thiem durante o teste.

A nova cor da RPM Power também impressiona. Com seu efeito brilhante perolado de cor “electric brown”, ela se diferencia das outras cordas.

Para descobrir a RPM Power, os fãs deverão esperar até o início de dezembro, data oficial do lançamento mundial para o público em geral. Antes disso, mais de 10.000 packs de teste estão circulando entre os treinadores e outros embaixadores da marca para descobrirem e testarem essa corda com propriedades únicas.

Porque a corda representa 50% das performances da raquete, logo será você que poderá fazer a diferença na quadra com a RPM Power e seu suplemento de spin e potência.

share_it
Mais artigos