Conselhos e informações exclusivos para os especialistas em esportes de raquete

PT chevron bas

CALÇADOS 16.05.2017

Jet, uma verdadeira condensação tecnológica a serviço da velocidade

Nascido em 2016, o Jet foi repaginado para melhorar suas performances, que o caracterizam como sendo um calçado único em sua categoria.

O tênis moderno está orientado para um critério: a velocidade. Ser rápido, antecipar, e no final das contas ganhar tempo, ou mais , tomar tempo do adversário. Esse avanço permite então levar vantagem, decidir as trocas de bola, ou seja, impor seu ritmo.

Atualmente, existem dois tipos de jogadores: os que procuram um calçado estável, com um suporte otimizado, e os que querem mais agilidade e força explosiva. O Jet encontra-se na segunda categoria, sendo que o primeiro nicho é o do Propulse. Com o Jet a Babolat propõe a ambição de mudar hábitos, integrando componentes de alta tecnologia jamais utilizados.

Como frequentemente acontece, ao invés de seguir sozinha, a Babolat decidiu aliar-se às empresas líderes em suas áreas a fim de unir os conhecimentos. Na linha de partida tinha-se, é claro, a Michelin, com a qual a Babolat começou essa aventura do calçado já há mais de dez anos. Para construir o Jet, junto a elas uma recém-chegada: a Chamatex. Esta empresa de Ardèche – especialista francesa em tecidos altamente técnicos, pois concebe e fabrica, por exemplo, vestuário para pilotos automobilísticos – aderiu imediatamente ao projeto do Jet. E esse projeto estava centrado nos três pontos fortes de um calçado de alta tecnologia: o dinamismo, o suporte e a reatividade.

Mas o desafio era grande, pois jamais se tinha visto tal revolução. Era portanto preciso inventar, priorizar e também encontrar. É assim que, após inúmeros experimentos, nasceu a tecnologia Matryx®. Um tecido compósito multifuncional feito de uma só peça, composto de fios de Kevlar® e de poliamida de alta tenacidade. Essa tecnologia exclusiva – e patenteada – garante portanto ao calçado funções específicas em cada ponto do pé, para assegurar a maior liberdade possível de movimento com uma utilização mínima de matéria. Com 315 gramas num tamanho 8,5 UK, o Jet é um dos mais leves de sua categoria, sem deixar de lado o suporte necessário para os deslocamentos intensos do tênis. Essa tecelagem inigualável permitiu-nos criar áreas mais ou menos densas em termos de fios, para garantir uma dureza nos locais em que o atrito pode ser máximo durante as corridas laterais e principalmente nos deslizamentos, bem como áreas de respirabilidade na parte anterior do calçado », explica Mateo Castro, Engenheiro de Desenvolvimento de Calçados.

Neste primeiro ano do Jet, em 2016, pudemos melhorar alguns critérios suplementares graças aos feedbacks de nossos experts na quadra, e decidimos continuar a buscar mais desempenho: O Jet 2017 é ainda mais reativo do que o Jet 2016. Para responder a esse desafio, revimos a estrutura do solado com nossa parceira Michelin, reduzindo a espessura das ranhuras sem mudar seu rendimento, seu dinamismo e sua durabilidade”, comenta Mateo Castro. “Eu gostei logo de cara e quando o testei, não fiquei decepcionado. O Jet me dá tudo o que eu busco num tênis. Conforto, mas também uma sensação de leveza, é essencial, para a performance do meu jogo. Os jogadores falam frequentemente de suas raquetes, do encordoamento, mas raramente de seus calçados, e no entanto também é um elemento importante. Se eu escolhi o Jet, é também porque a Babolat me garantiu que ele se adaptava perfeitamente à minha técnica, minha morfologia e meus deslocamentos”, explica Federico Delbonis, herói do povo argentino após sua vitória usando o Jet contra Ivo Karlovic, ganhando assim o ponto da vitória na final da Copa Davis em dezembro, na Croácia. “Ele me deu sorte”, comentou ainda Federico, com um grande sorriso.

Está claro, o Jet não é um produto como os outros. É um marco importante, confirmando que a Babolat consegue, em ambiciosos projetos técnicos, reunir os melhores protagonistas para atuar em sinergia com suas competências e oferecer produtos à frente de seu tempo.

A Babolat escreve portanto mais uma página no âmbito da inovação, fiel à ideia de quebrar padrões, hábitos, com o constante objetivo de melhorar a performance e as sensações dos jogadores. E é claro que o Jet também foi adaptado para todas as superfícies, e que a versão feminina completa a linha com duas cores bem em voga. “Após o sucesso do lançamento de 2016, entramos agora numa fase de consolidação dos resultados, além de partirmos para a conquista dos jogadores que ainda não tiveram a ousadia de experimentar o Jet. Se uma raquete propõe, claro, sensações na batida, na pegada, o calçado é uma parte ainda mais sensível, e nessa parte, o Jet inegavelmente fornece uma experiência única e inigualável”. Então, pronto para decolar?

share_it
Mais artigos