"Acredito que quando estava grávida os meus filhos conseguiam ouvir o som das bolas de padel a bater nas raquetes. Nasceram com esse som nos ouvidos." Família Jensen Sirvent

Em Espanha, durante o confinamento rigoroso deste ano devido à pandemia, os atletas, tal como todas as outras pessoas, não puderam sair de casa para praticar desporto — mas uma família de adeptos do padel em Madrid encontrou uma solução.

"Mudámos tudo no apartamento para que pudéssemos utilizar a parede de uma divisão para praticar," conta a consagrada jogadora de padel, Claudia Sirvent. "Manteve-nos ativos e desta forma conseguimos, pelo menos, trabalhar a nossa técnica de raquete."

Poderíamos ser levados a pensar que os outros membros da família sem interesse no desporto talvez não tivessem gostado desta conversão parcial do apartamento numa sala para praticar padel. Mas na casa dos Jensen Sirvent isso nunca iria ser um problema... porque todos os membros da família gostam de padel.

Os cinco — os pais Claudia Sirvent e Cristian Jensen, e os filhos Enzo, Cristian e Claudia, com idades entre os 14 e 16 anos — são jogadores de padel muito apaixonados. A Claudia e o Cristian (pai) são ambos treinadores de padel a tempo inteiro, e Cristian foi um profissional de topo no seu tempo. Agora, os seus filhos estão a aumentar o número de medalhas e títulos de campeonatos mundiais e nacionais ao armário de troféus da família, e têm como metas de longo prazo carreiras de treinadores e/ou o World Padel Tour.

"Por vezes, os filhos jogam, inicialmente, o mesmo desporto que os pais, mas depois experimentam outras coisas," diz Claudia, enquanto explica a dedicação profunda da sua família ao padel. "Mas sou jogadora e treinadora e acredito que quando estava grávida os meus filhos conseguiam ouvir o som das bolas de padel a bater nas raquetes. Nasceram com esse som nos ouvidos."

Uma das razões pelas quais o padel é tão atrativo para tantas pessoas é porque é um "desporto muito democrático", afirma Cristian (pai), que organizou as sessões diárias de fitness dos seus filhos durante os três meses de confinamento em Espanha. "O padel não requer muito equipamento nem uma técnica bem desenvolvida, pelo menos no início. É muito acessível a todos, dos 6 aos 80."

Mas há espaço na família para outras atividades, confirma o seu filho Cristian, que diz que o seu irmão mais novo Enzo, tal como ele, experimentou o futebol e o boxe — "é como se eu fosse o seu ponto de referência, sou o exemplo que Enzo segue." Mas não há dúvida sobre qual é o seu desporto favorito no topo da lista — aliás, o favorito de todos na casa dos Jensen Sirvent.

Há vários anos que os cinco, que têm dupla nacionalidade italiana-argentina, participam nas competições do circuito de padel na América do Sul e na Europa. "Os meus colegas de escola perguntam-me porque viajo tanto," diz Claudia (filha), mas os cinco reconhecem que, apesar das viagens poderem ter, por vezes, um lado negativo, também trazem vantagens inesperadas.

A sua mãe lembra-se de uma ida de carro em família sem parar de Barcelona para uma cidade a sul de Roma, para que um treinador italiano pudesse ver os seus filhos jogar. "Foi uma viagem que nunca mais acabava," diz Claudia (mãe), "mas valeu a pena no regresso com a visita à Côte d’Azur, um dos lugares que conhecemos graças ao padel." A sedução da viagem é algo apelativo em particular para Enzo, o seu filho mais novo, que está atualmente ansioso por regressar a França e a Barcelona.

Jogar em família também traz alguns benefícios adicionais, como quando os cinco obtiveram vitórias numa competição espanhola — e cada um deles ganhou uma perna gigante de presunto serrano curado. E, tal como qualquer família argentina que se faz à estrada, os Jensen Sirvents nunca esquecem o seu frasco de chá verde mate juntamente com alguma comida.

Mas Claudia tem mais um conselho sábio para as viagens de qualquer jogador de padel antes de sair de casa: "Se vai voar, leve a raquete sempre como bagagem de mão. Uma coisa é a roupa na sua mala extraviar-se. Mas uma raquete? — é como uma extensão da sua mão."